Rua Conde de Araruama, 425 – Centro Quissamã – RJ – Cep: 28.735-000

Tempo Agora

Secretarias

Nota Fiscal

Transparência

Diário Oficial

Serviços

Ouvidoria e E-sic

Prevenção ao novo coronavírus na pauta da prefeita e profissionais da Saúde

A prefeita Fátima Pacheco se reuniu, na manhã deste sábado (14), no Hospital Municipal Mariana Maria de Jesus, com profissionais, coordenadores e diretores do serviço de saúde de Quissamã, que compreende o Centro de Saúde, Hospital e as Unidades de Saúde da Família (USF). No encontro ficou pactuado que o município adotará novos protocolos para a prevenção e combate ao novo coronavírus.
“Estamos tomando todas as medidas, em consonância com o Ministério da Saúde e Secretaria Estadual de Saúde, e novas ações serão implementadas no município, com a alteração de alguns protocolos para poder garantir a saúde da nossa população”, ressaltou Fátima.
A Prefeitura de Quissamã publicou, na sexta-feira (13), na edição n° 1.044 do Diário Oficial, o Decreto n° 2801/2020 (AQUI), com medidas preventivas para enfrentar o novo coronavírus (Covid-19). Entre determinações previstas no documento, está a suspensão das provas do concurso público (Edital 001/2019), previstas para o próximo domingo (15), e a suspensão, por duas semanas, a partir de segunda-feira (16), das aulas na rede municipal de ensino.
É importante ressaltar que a Prefeitura já tinha um plano de contingência e enfrentamento, aprovado pelo Conselho Municipal de Saúde, que foi deflagrado com a publicação do decreto.
O Plano Municipal de Contingência e Enfrentamento tem ainda as seguintes decisões:
– Ficam suspensas as cirurgias eletivas programadas para serem realizadas no Hospital Municipal Maria Mariana de Jesus, a partir do dia 1º de abril do corrente ano.
– Fica suspenso o transporte sanitário de pacientes com destino à cidade do Rio de Janeiro, salvo nos casos necessários à realização de quimioterapia, radioterapia, hemodiálise, bem como para a realização de exames e procedimentos considerados urgentes e inadiáveis, bem como nos casos de emergência.
– Fica proibida a realização de eventos em espaços públicos que tenham potencial de aglomeração de mais de 60 pessoas.

Galeria de Fotos