Rua Conde de Araruama, 425 – Centro Quissamã – RJ – Cep: 28.735-000

Tempo Agora

Secretarias

Nota Fiscal

Transparência

Diário Oficial

Serviços

Ouvidoria e E-sic

HMMMJ completa 17 anos prestando atendimento de excelência em Quissamã

Referência de bom atendimento na Região e exemplo para cidades vizinhas, o Hospital Municipal Mariana Maria de Jesus, completa 17 anos de funcionamento, prestando relevantes serviços à população quissamaense. A unidade, que conta com três salas cirúrgicas e 82 leitos registrados no Cadastro Nacional dos Estabelecimentos de Saúde (CNES), é apontado como um dos mais bem estruturados, no interior do Estado do Rio.
Equipado para atender a diversas especialidades e realizar cirurgias nas mais variadas áreas, como geral, ginecológica, mastológica, dermatológica, urológica, vascular, ortopédica e odonto/bucomaxilo, o HMMMJ conta com leitos distribuídos para atender à Clínica Cirúrgica (cirurgia geral); Clínica Geral (clínica médica e repouso); Saúde Mental (internação); Unidade de Isolamento (precaução); UTI Adulto Tipo II; Obstetrícia Cirúrgica; Obstetrícia Clínica; Pediatria (clínica pediátrica, repouso e isolamento); Pneumologia Sanitária; Psiquiatria (observação); e Reabilitação.
Claudia da Conceição Patrocínio, que começou a trabalhar na instituição em 2006, fala da gratidão que sente, em razão do acolhimento pelos demais profissionais: “desde que entrei, estou no setor de arquivo. Meu sentimento é de gratidão por todo o acolhimento que recebi aqui. Tudo o que eu conquistei profissionalmente e na minha vida particular veio deste hospital. Fico muito feliz por ter começado quase junto com a sua inauguração. A minha vida é o HMMMJ”, relata.
A convivência entre os profissionais da instituição cria vínculos fortes. Para Gilda Queirós, no hospital desde 2013, é muito mais que uma amizade: “passamos por muitas coisas juntos. Considero que constituí minha segunda família aqui no HMMMJ. Se estou aqui até hoje, devo isso a toda equipe e o reconhecimento que tive”, diz.
O HMMMJ contribui não apenas para salvar vidas, mas também para transformar a vida de munícipes e moradores de cidades próximas. Em meio à pandemia do Coronavírus (COVID-19), o hospital viveu um dos momentos mais desafiadores de todos os tempos. Entretanto, propiciou atendimento de qualidade com a melhor assistência possível. Gilda lembra que a pandemia, responsável por alterar a rotina no Mundo inteiro, também impediu que se fizesse uma comemoração à altura da importância do hospital: “infelizmente, em razão desse momento pandêmico, não fizemos uma programação especial, a fim de evitar aglomeração”, concluiu.

Galeria de Fotos