Secretarias

Nota Fiscal

Transparência

Diário Oficial

Serviços

IPMQ

Dia Estadual de Luta Contra a Hanseníase e Tuberculose terá atividades em Quissamã

Para marcar os Dias Estaduais de Luta Contra a Hanseníase e Tuberculose, comemorados em 05 e 06 de agosto, respectivamente, a Secretaria Municipal de Saúde, por meio do Programa de Hanseníase e Tuberculose, promoverá nesta quinta e sexta-feira eventos com a proposta de informar a população e identificar possíveis casos.
A hanseníase é uma doença infectocontagiosa crônica, causada pelo Mycobacterium leprae. Apresenta múltiplas formas, que se manifestam por diferentes tipos de lesões na pele. A característica mais importante dessas lesões é a diminuição da sensibilidade nas lesões, devido ao acometimento de terminações nervosas livres ou troncos nervosos.
Já a tuberculose é uma enfermidade infecciosa causada pela bactéria Mycobacterium tuberculosis, mais conhecida como bacilo de Koch. Ela é transmitida através de gotículas respiratórias expelidas por pessoas com a enfermidade ativa. Os sintomas incluem tosse, febre baixa a tardinha, emagrecimento, perda de apetite, catarro com sangue, dor nas costas, suor noturno ou no peito.
Tanto na hanseníase como na tuberculose, os pacientes são triados com exames. As avaliações podem ser feitas nas Unidades de Saúde da Família – USF’s, no Centro de Saúde ou no Hospital Municipal Mariana Maria de Jesus. O paciente é encaminhado ao especialista para confirmação e prosseguimento do tratamento em caso positivo. O tratamento é supervisionado e acompanhado pelos Agentes Comunitários de Saúde – ACS, que realizam visitas domiciliares. Os familiares também passam por avaliações e realizam exames, para, se necessário for, fazerem o tratamento preventivo.
Atendimento de segunda a sexta-feira
O programa de eliminação e controle das duas doenças atende de segunda a sexta-feira, de 8h30 ao meio-dia. A enfermeira responsável pelo programa, Ruth Nunes, explica que as redes sociais de apoio comunitário são ferramentas fundamentais para divulgação de informações importantes que dão continuidade ao processo de conscientização, visando o diagnóstico precoce da doença. Todas as formas de manifestações dentro das comunidades são válidas.
– Pela primeira vez, de 2020 até hoje, agosto de 2021, não tivemos nenhum caso diagnosticado de hanseníase. Isso nos preocupa muito, pois em função da pandemia, a procura aos médicos diminuiu consideravelmente e podemos ter casos subnotificados, ou seja, que a pessoa está com a doença, mas não sabe – disse Ruth.
A procura tardia pode ter uma evolução com sequelas e incapacidade física. É de suma importância que as pessoas conheçam seu corpo e façam o autoexame. Qualquer mancha indolor, que esteja aumentando, é preciso que seja avaliada por um profissional. Vale ressaltar que o Brasil é o segundo país em casos, perdendo apenas para a Índia.

PROGRAMAÇÃO DA CAMPANHA ESTADUAL DE LUTA CONTRA A HANSENÍASE E TUBERCULOSE
Dias 05 e 06 (quinta e sexta-feira.
Palestras em sala de espera em todas as Unidades de Saúde da Família / Saúde Mental / Centro de Saúde
Dia 05/08, Quinta-feira
7h – Palestra para os trabalhadores da Secretaria Municipal de Obras Públicas com Enfermeira, Ruth Nunes e a Assistente Social, Isabel Alves;
8h30 às 11h30 – Orientação para os funcionários da PMQ no hall da Prefeitura
15h – Roda de conversa com os profissionais do Hospital Municipal Mariana Maria de Jesus sobre os temas Tuberculose e Hanseníase
Dia 06/08, Sexta-feira, roda de conversa com os profissionais da Saúde, no Centro de Saúde Benedito Pinto das Chagas
8h30 às 9h – Tema Tuberculose
9h às 9h30h – Tema Hanseníase
9h às 13h – O dermatologista realizará exame de pele para os usuários com lesões suspeitas.

Galeria de Fotos