Secretarias

Nota Fiscal

Transparência

Diário Oficial

Serviços

IPMQ

Ciclo de palestras inicia atividades do Novembro Azul

A Divisão de Vigilância em Saúde do Trabalhador, vinculado à Secretaria Municipal de Saúde, iniciou na manhã dessa terça-feira (7), um ciclo de palestras através do tema “Política Nacional de atenção integral à Saúde do Homem”, refente à campanha Novembro Azul. A atividade foi apresentada aos funcionários da Secretaria de Agricultura, Meio Ambiente e Pesca, na sala de reuniões do Parque de Exposições local. Ao longo do mês, outras Secretarias e Coordenadorias Municipais serão atendidas com o trabalho de prevenção ao câncer. Na ocasião, todos os participantes tiveram a Pressão Arterial aferida.
Novembro Azul é uma campanha de conscientização realizada por diversas entidades no mês de novembro dirigida à sociedade e, em especial, aos homens, para informação a respeito de doenças masculinas, com ênfase na prevenção e no diagnóstico precoce do câncer de próstata.
Antes de começar a palestra, o Coordenador do Programa Vigilância em Saúde do Trabalhador, o enfermeiro Júlio César do Espírito Santo Ribeiro, realizou um momento de alongamento para todos os presentes, com o objetivo de ressaltar a importância da atividade física na prevenção de doenças como o câncer.
“Nossa proposta é conscientizar os trabalhadores sobre a prevenção de doenças como o câncer, e por isso estamos oferecendo esse trabalho a todas as secretarias e coordenadorias, referente ao Novembro Azul. Nós também temos realizado esse mesmo trabalho com trabalhadores de empresas privadas, inclusive com aplicação de vacinas, para garantir a boa saúde desse público-alvo”, explicou.
O Coordenador explicou em sua palestra que, a cada três pessoas que morrem no Brasil, duas são homens, e que a cada cinco pessoas que morrem de 20 a 30 anos, quatro são homens, e que os homens vivem 7,6 anos a menos, em média do que as mulheres. Na questão da morbidade, os homens adquirem mais doenças de coração, cânceres, colesterol elevado, diabetes e hipertensão arterial.
Outro ponto importante destacado pelo enfermeiro foi o aspecto sociocultural, que acaba afastando os homens da prevenção do câncer, tais como:medo de descobrir doenças; acham que nunca vão adoecer e por isso não se cuidam; não procuram os serviços de Saúde e não seguem os tratamentos recomendados; estão mais expostos aos acidentes de trânsito e de trabalho; utilizam àlcool; estão envolvidos na maioria das situações de violência; e por último, não praticam atividade física com regularidade.
Logo a seguir, aconteceu a segunda palestra do dia, sobre as “Doenças causadas pelo cigarro”, com a enfermeira Flávia Souza Batista, do Programa de Tabagismo do município, que destacou que as doenças causadas pelo cigarro são responsáveis por mais de 6 milhões de mortes por ano em todo mundo; e que uma em cada dez mortes de adulto, esta relacionada ao tabaco, ou seja, 14 mil mortes por dia, ou 1 morte a cada 6 segundos por doenças causadas pelo fumo.
A enfermeira também expôs que as três principais causas de morte relacionadas ao cigarro são os eventos cardiovasculares, principalmente infartos e AVC, doença obstrutiva pulmonar crônica (DPOC) e o câncer de pulmão. E que além destas, existem dezenas de outras doenças graves e deformantes associadas ao hábito de fumar.
Ao final da palestra, Flávia ressaltou que praticar exercícios físicos, parar de fumar e de ingerir bebidas álcoolicas, assim como hábitos alimentares saudáveis são de fundamental importância, pois os mesmos têm nutrientes e substâncias que reduzem o risco da doença em pelo menos 40%, segundo o Inca – Instituto Nacional do Câncer. “Melhore sua qualidade de vida e diga não ao tabaco. Diga sim à vida e não ao cigarro”, finalizou.
O Secretário de Agricultura, Meio Ambiente e Pesca, João de Nilo, enfatizou a importância desse tipo de palestra para abrir a mente das pessoas quanto à prevenção de doenças. “É fundamental que as pessoas procurem o médico, façam seus exames para ter mais qualidade de vida e consequentemente terão melhor qualidade de vida”, disse o secretário, contando que os funcionários do Horto Muncipal também receberão essas informações do Programa da Saúde do Trabalhador.

Galeria de Fotos