Rua Conde de Araruama, 425 – Centro Quissamã – RJ – Cep: 28.735-000

Tempo Agora

Secretarias

Nota Fiscal

Transparência

Diário Oficial

Serviços

Ouvidoria e E-sic

Agricultores iniciam plantio do Programa Rio-Milho

Com a perspectiva de impulsionar o agronegócio e alcançar posição de destaque no cenário estadual, Quissamã iniciou neste sábado (16), o plantio previsto no projeto-piloto do Programa Rio-Milho, lançado em agosto deste ano pelo governador Claudio Castro; pela prefeita Fátima Pacheco e pelo secretário de Estado de Agricultura, Pecuária, Pesca e Abastecimento, Marcelo Queiroz, durante solenidade no Parque de Exposições Renato Queirós Carneiro da Silva. Ao todo, 80 produtores locais serão beneficiados com o Programa.
Apesar do atraso em função das chuvas que caem há cerca de dez dias, ocasionando dificuldade no preparo do solo, o plantio começou no Horto Municipal com dois tipos: o convencional, com preparo de solo, e o plantio direto, sem movimentação de solo. Esse plantio também tem a finalidade de avaliar as espécies que melhor se adaptam à Região e isso acontecerá com três espécies de sementes.
Além da variedade adquirida pela Prefeitura, a Pesagro – Empresa de Pesquisa Agropecuária do Estado do Rio de Janeiro, está fornecendo mais duas, visando avaliar qual delas proporciona melhor rendimento, conforme explicou o engenheiro agrônomo da Secretaria, Arnoldo Reilly.
O vice-prefeito e secretário municipal de Agricultura, Meio Ambiente e Pesca, Marcelo Batista, acompanhou pessoalmente as primeiras ações, na manhã deste sábado (16), em uma das propriedades que fazem parte do Programa. Ele destacou a importância do momento e a relação do poder público com os agricultores: “iniciamos hoje mais uma etapa com o plantio de um gênero importante para a agricultura local. Esse contato direto com os agricultores permite conhecermos as suas necessidades e prestar auxílio, para que tenhamos uma colheita com bons resultados”, enfatizou.
De acordo com a estimativa, na próxima safra, o milho, uma das culturas mais tradicionais do Município, já alcançará as metas previstas. O Programa estimula ações que visam, inclusive, promover o desenvolvimento da Agricultura Familiar. Os motivos que levaram à escolha de Quissamã como sede do projeto-piloto, que vai servir para modelar o cultivo em todo o Estado do Rio, foram as condições favoráveis e a tradição local da cultura. A cargo do Estado estão o fornecimento de sementes, de know-how e a colheitadeira. Os produtores têm ainda, apoio da Prefeitura para o preparo do solo, com visitação técnica e patrulha agrícola, destinada também ao fortalecimento e manejo das áreas a serem cultivadas.
Destinado a estimular o agronegócio e a economia local, o objetivo do Rio-Milho é promover inovações tecnológicas com o cultivo de diferentes variedades, bem como o desenvolvimento de material genético. Os resultados da safra que está sendo plantada, tornarão possível uma avaliação mais aprofundada das sementes, classificando-as por desempenho. O estudo servirá como referência para as safras subsequentes.
– Temos uma atenção especial com os nossos agricultores familiares, porque esse é um segmento muito importante da nossa economia, uma das vocações de Quissamã. É um setor que movimenta a economia local, por isso a Prefeitura sempre oferece apoio técnico no plantio e na colheita, além de outras ações. Isso também mostra a importância na busca por parcerias para o desenvolvimento, como essa com o Governo do Estado, destacou a prefeita Fátima Pacheco.

Galeria de Fotos